Antes de contratar quaisquer serviços destinados à segurança de pessoas, preservação do patrimônio, escolta de cargas e ou transporte de valores, verifique se a empresa que pretende executá-lo está habilitada para tanto. De acordo com a lei 7.102/83, para funcionar, a empresa de segurança privada deve possuir o Certificado de Autorização de Funcionamento emitido pelo DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL. Além deste documento, exija sempre o Certificado de Regularidade em Segurança e as certidões negativas junto ao INSS / FGTS. Eles são a sua garantia contra problemas futuros.
Lembre-se ainda que tomadores de serviços são devedores solidários em casos de débitos trabalhistas e previdenciários. Sendo assim, desconfie de preços incompatíveis com o custo real do serviço.